Voltar à disposição inicial da página.

Restaurar

“Sugarpova”, as gomas de Maria Sharapova

Maria Sharapova acaba de abrir uma loja de gomas em Nova Iorque. “Sugarpova” oferece 12 tipos de guloseimas de sabores e formas diferentes e é a revelação do lado mais empreendedor e empresarial da bem-sucedida tenista russa.

“Queria ser dona de algo, algo que fosse 100 por cento eu. Em que fosse eu a tomar todas as decisões finais – aqui, estou envolvida do início ao fim. Em que trouxesse as pessoas com quem quero trabalhar e em quem quero investir o meu próprio dinheiro”, conta Sharapova, 25 anos, terceira do ranking WTA.

Por isso, este “é o projecto mais excitante que alguma vez fiz, porque é o meu negócio, o meu investimento, com o meu dinheiro”, diz a tenista que também já se estreou no mundo da moda.

Carreira de sucesso

Em Junho, a revista Forbes avançava que Sharapova é a atleta feminina mais bem paga do mundo e a única de duas mulheres a fazer parte da lista dos atletas mais bem pagos, no geral.

Enquanto desportista, Sharapova vive agora o melhor ano da sua vida: regressou ao número um do ranking, sagrou-se vencedora em Roland Garros e foi a Londres conquistar a prata. E, além dos muitos sucessos atléticos, a russa parece correr bem noutros campos…

A ideia surgiu há 18 meses e, agora, muito empenhada com o novo projecto, trocou os calções por um avental e inaugurou a loja Sugarpova, onde se podem adquirir doces para todos os gostos: gomas em forma de ursinhos, lábios e malas, pastilhas elásticas em forma de bolas de ténis, entre outras guloseimas.

Deixe um Comentário