Voltar à disposição inicial da página.

Restaurar

Suecas inventam capacete “invisível”

O “Hövding” é o primeiro capacete de bicicleta invisível, pelo menos até ao momento do acidente. A ideia é das designers suecas Anna Haupt e Terese Alstinat.

O sistema consiste num capacete insuflável de nylon, enchido com hélio quando são detectadas variações violentas de pressão, tal como sucede nos acidentes rodoviários. Quando o acidente ocorre, o sistema capta a variação de pressão e quase instantaneamente enche o saco com gás, amparando o impacto da cabeça contra o alcatrão ou outros veículos.

Já à venda por 597 dólares (cerca de 485 euros), o inédito e revolucionário acessório, que lembra um cachecol e funciona como um airbag, revelando-se apenas quando a situação o exige, foi pensado no âmbito da tese de mestrado em Design Industrial de Anna Haupt e Terese Alstinat, estudantes da Universidade de Lund, na Suécia.

As empreendedoras descobriram que muitos ciclistas não usavam capacete de segurança por os considerarem desconfortáveis e, acima de tudo, inestéticos. Por isso, trabalharam durante sete anos na construção do protótipo do “Hövding”, conseguindo, nesse tempo, juntar dez milhões de dólares (cerca de 8,125 milhões de euros) para fundos destinados ao projecto.

A novidade chamou a atenção do mercado e já mereceu algumas distinções, como o prestigiado prémio de design Index, que premeia designs cujos trabalhos ajudam a melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Deixe um Comentário