Voltar à disposição inicial da página.

Restaurar

Paraplégica mergulha em cadeira de rodas

Sue Austin é uma artista acrobática subaquática. Até aqui nada de extraordinário, não fosse a jovem ser paraplégica e ter desenvolvido, com a ajuda de académicos e especialistas em mergulho, uma cadeira de rodas motorizada capaz de flutuar na água.

A artista ficou paraplégica em 1996, mas recusou-se a abandonar aquilo que mais gosta de fazer: performances acrobáticas subaquáticas. Por isso, em 2005, resolveu meter mãos à obra e adaptar uma cadeira de rodas convencional para que flutuasse na água.

No início, “os engenheiros diziam que a cadeira não funcionaria, que entraria em rotação, uma vez que não é desenhada para operar na água”, conta Sue Austin.

O certo é que, com todo o empenho e persistência da artista, o engenho foi conseguido. Para que Sue Austin pudesse controlar o veículo, a equipa envolvida na construção modificou as chapas localizadas atrás dos calcanhares, substituindo-as por uma espécie de barbatana, permitindo à artista dirigir a cadeira dentro de água. O protótipo desta cadeira de rodas especial é movido por dois veículos de propulsão aquática ligados por uma corda acrílica operada pelos pés.

A performance única de Sue Austin pôde ser vista na cerimónia de abertura dos Jogos Paralímpicos de Londres 2012 e no evento paralelo Olimpíada Cultural.

Deixe um Comentário