Voltar à disposição inicial da página.

Restaurar

Obstetrícia: Tecnologia lusa alerta para baixa oxigenação fetal

O Omniview-SisPorto é uma tecnologia portuguesa, única no mundo, capaz de alertar os profissionais de saúde para a ocorrência de baixa oxigenação fetal durante o parto.

Desenvolvido por cientistas da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e do Instituto de Engenharia Biomédica, o projecto foi avaliado num estudo de grandes dimensões em hospitais universitários do Reino Unido e, actualmente, já está em utilização em diversos hospitais nacionais e internacionais, nomeadamente na Dinamarca, Holanda, Suíça e Israel.

Este programa informático, já avaliado num estudo de grandes dimensões em hospitais universitários do Reino Unido, analisa os sinais provenientes do coração fetal habitualmente monitorizados durante o trabalho de parto, prevendo com grande fiabilidade a ocorrência de alterações associadas à baixa oxigenação fetal e avisando os profissionais de saúde através de alertas sonoros e visuais, emitidos em tempo real.

O Omniview-SisPorto é particularmente útil para monitorizar os sinais provenientes de várias parturientes em simultâneo, um cenário muito comum nos blocos de partos dos grandes hospitais. Além disso, o programa ultrapassa a falta de consenso existente na interpretação visual dos sinais fetais.

No Reino Unido, mais especificamente no St. George’s Hospital, no University Hospital of Wales e no Ninewells Hospital, este sistema permitiu avaliar cerca de oito mil grávidas em trabalho de parto, com o objectivo de verificar se o número de incidentes causados por baixa oxigenação fetal era menor (e em que proporção) nas mulheres que usufruíram deste mecanismo.

Deixe um Comentário