Voltar à disposição inicial da página.

Restaurar

Marrocos: Menor obrigada a casar com violador suicida-se

Tinha 16 anos e, em desespero, ingeriu veneno para ratos. Acabou por morrer na casa do marido, dez anos mais velho, com quem tinha sido obrigada a casar-se depois de uma violação.

A jovem marroquina suicidou-se por estar desesperada com os maus tratos de que era alvo por parte da família do marido, mas também pela recusa do próprio pai em recebê-la em casa, revela o jornal “Al Massae”, citado pelo “El Mundo”.

O caso ocorreu depois de, há cerca de um ano, a família da jovem ter apresentado queixa em Tânger por violação. Com base na “tradição” e com o propósito de salvaguardar a “honra” da menina, as duas famílias optaram por arranjar um casamento, autorizado pelo juiz, pois, segundo o código penal marroquino, o violador fica isento de sanção se aceitar casar-se com a vítima.

1 Comentário

  1. SERÁ QUE ESSES JUÍZES DO MARROCOS SÃO HUMANOS? QUE JUSTIÇA é essa?
    SARAMAGO TINHA RAZÃO E MERECIA MESMO O PRÉMIO NOBEL POR SOMENTE ESSA FRASE: O SER HUMANO NÃO MERECE A VIDA.
    COMO PODE ALGUÉM CASAR COM O SEU ESTUPRADOR?
    ELE AGORA DEVERIA SER PUNIDO COM TODO RIGOR.

    SOCORRO MAGALHÃES

Deixe um Comentário