Voltar à disposição inicial da página.

Restaurar

Dulce Maria Cardoso é Cavaleira das Artes e das Letras em França

Dulce Maria Cardoso, escritora portuguesa foi condecorada com o título Cavaleira das Artes e das Letras pelo Ministério da Cultura francês devido ao seu trabalho na “irradiação da cultura em França e no Mundo”.

O trabalho agora reconhecido em França deve-se à edição dos livros “Campo de Sangue” (2002), “Os Meus Sentimentos” (2005) e “Até Nós” (2008), já traduzidos em França e noutros países. O livro “Os Meus Sentimentos”, valeu-lhe, em 2009, a conquista do Prémio da União Europeia para a Literatura, e “O Retorno”, publicado em 2011, foi considerado pela crítica a melhor do ano, arrecadando ainda o prémio especial da crítica nos Prémios Ler/Booktailors 2011.

Esta a condecoração da Ordem das Artes e das Letras, criada em 1957, é uma das mais altas distinções honoríficas da República Francesa, tendo o propósito de recompensar aqueles que se distinguem pelas suas criações no domínio artístico ou literário e que contribuem para difundir a cultura em território francês.

Dulce Maria Cardoso nasceu em Trás-os-Montes, mas cresceu em Angola, regressando a Portugal em 1975. Licenciou-se em Direito, pela Faculdade de Direito de Lisboa e hoje vive na capital portuguesa. A sua escrita está pautada por um pouco de tudo, já escreveu desde romances a contos e argumentos para cinema.

Deixe um Comentário