Voltar à disposição inicial da página.

Restaurar

Bicicleta trava a libido feminina

Já se sabia que a bicicleta pode provocar, nos homens, disfunção eréctil e mesmo a esterilidade. Agora, descobre-se que trava a libido das mulheres…

A sensibilidade da vagina pode ser significativamente reduzida nas mulheres que andam de bicicleta, conclui um novo estudo, conduzido por Marsha K. Guess, da Yale University School of Medicine, e publicado no Journal of Sexual Medicine.

A “culpa” é do selim que exerce pressão no períneo e, consequentemente, diminui as sensações genitais. Por outro lado, também o guiador é co-responsável pelo bloqueio da libido feminina, na medida em que, estando situado abaixo do selim, tende a aumentar a pressão que aquele exerce, explicam os responsáveis pelo trabalho.

Neste estudo participaram 48 “ciclistas regulares” do sexo feminino – assim consideradas por garantirem percorrer cerca de 16 quilómetros de bicicleta por semana, independentemente das condições meteorológicas –, não grávidas e sem a menopausa, submetidas a uma bateria de testes com as suas próprias bicicletas.

Os resultados comprovaram existir “uma correlação entre o aumento das pressões exercidas sobre o períneo e a redução da sensibilidade da vagina” – redução esta que pode mesmo fazer-se acompanhar por uma dormência dos lábios, dado que o guiador da bicicleta está posicionado mais abaixo que o selim.

O estudo revela ainda que a posição aerodinâmica (inclinação para a frente, com as costas retas), adoptada pelos ciclistas profissionais, é a pior para a libido das mulheres.

 

Deixe um Comentário