Voltar à disposição inicial da página.

Restaurar

As diferenças entre ciúmes feminino e masculino

Ana Maria Fernandez

Existem diferenças significativas entre as manifestações emocionais do ciúme da mulher e as do homem. A conclusão é de um estudo de Ana Maria Fernandez, investigadora da Universidade de Santiago do Chile.

Geralmente, as mulheres sofrem mais de ciúme emocional, enquanto os homens sofrem mais de ciúme sexual, mas ambos sentem ciúme sexual e emocional – a proporção relativa de cada tipo é que varia, garante a psicóloga, embora existam diferenças dependendo da cultura.

Enquanto o lado feminino sente mais a dor e tristeza, o sexo masculino sente-se mais motivado por sentimentos de agressividade e a vontade de manter a relação por competição. Mas, lembra Ana Maria Fernandez, ambos sentem sentimentos de possessão em relação ao outro.

Do ponto de vista da psicologia evolutiva, nos mamíferos, as fêmeas têm sempre a certeza de que os filhos são seus, já os machos podem ficar-se pela dúvida – o que pode ter influenciado a evolução do tipo de ciúme entre os géneros, justifica a psicóloga. As mulheres temiam, acima de tudo, que se perdesse o vínculo emocional e a ajuda paterna e os homens o facto de estarem a criar um filho de outro.

Para este estudo, a investigadora usou excertos do filme “Closer”, com Julia Roberts, Jude Law, Clive Owen e Natalie Portman, com cenas que envolviam momentos de traição conjugal. Os trechos da longa-metragem foram utilizados para induzir ciúmes nos participantes, controlando determinados parâmetros fisiológicos, como a respiração e batimentos cardíacos.

Atitudes positivas vs. sexo

O ciúme não é a única manifestação emocional que mulheres e homens expressam de maneira diferente. Um outro estudo, da Universidade do Texas, em Austin (EUA), revela que, no que respeita à demonstração de amor, as mulheres apostam numa atitude positiva para revelar o seu afecto, como elogios e beijos, enquanto “o sexo parece ser um importante canal por meio do qual os homens expressam os seus sentimentos amorosos”, revelam os investigadores americanos.

Para criar um clima agradável, as mulheres demonstram afecto usando atitudes positivas, já que, “ao conter a ‘negatividade’, elas entendem que demonstram uma preocupação especial com o marido. A contenção é quase um auto-sacrifício que dá espaço para os homens se afirmarem”, explicam os pesquisadores. No caso deles, o afecto é expresso por meio do companheirismo, da partilha de actividades de lazer ou domésticas e, sobretudo, da vontade de fazer sexo com a parceira.

A pesquisa, cujo objectivo era perceber quais são as diferenças na demonstração de amor por parte de cada um dos géneros, acompanhou 168 casais (no seu primeiro casamento), durante 13 anos, que passaram por quatro entrevistas separadamente, em que eram convidados a descrever e analisar as suas últimas 24 horas.

 

Deixe um Comentário